Colégio Notarial do Brasil define linha de ação para a Frente Parlamentar

Imprimir

O presidente do Conselho Federal do Colégio Notarial do Brasil (CNB/CF), Paulo Roberto Gaiger Ferreira, e uma comitiva da diretoria da seccional de Santa Catarina (CNB/SC) foram recebidos, na última sexta-feira (3), pelo deputado federal Rogério Peninha Mendonça (MDB-SC), no estado catarinense. O encontro marcou a sugestão de alinhamento de ações para a Frente Parlamentar da Justiça Notarial e Registral, presidida pelo parlamentar, lançada no início do mês de abril.

 

A Frente Parlamentar, que representa o maior grupo de trabalho da história da Câmara Federal, foi criada com o objetivo de destacar a relevância da atividade notarial e registral no Brasil e a desburocratização da Justiça através da flexibilização de serviços extrajudiciais. Na ocasião, o parlamentar foi apresentado aos projetos em desenvolvimento pelo Colégio Notarial do Brasil pela aproximação e modernização da atividade notarial à população.

 

O presidente do CNB/CF, Paulo Ferreira, falou sobre a importância do trabalho parlamentar em conjunto com os notários para melhor atender as necessidades da população. “Através da Frente Parlamentar poderemos propor melhorias visando a desburocratização e desjudicialização através de atos notariais, muito mais simples e baratos”, afirmou.

 

“A reunião foi um encontro muito amistoso e produtivo, que resultou em ideias e propósitos em favor da valorização da classe notarial e da desburocratização da economia por meio dos serviços notariais”, reiterou a presidente da Associação dos Notários e Registradores (Anoreg/SC) e filha do deputado, Rosina Duarte Mendonça Deeke.

 

Para atender à demanda e definir as diretrizes de trabalho, o grupo da Frente Parlamentar deve se encontrar mensalmente. Conforme a diretora e conselheira da seccional catarinense do CNB e da Anoreg/SC, Daisy Ehrhardt, o presidente e representantes do CNB foram convidados a participarem da primeira reunião, que deve ser realizada no próximo dia 16 de maio, em Brasília. Participaram também do encontro os diretores do CNB/SC, Ângelo Vargas e Carlos Fabrício Griesbach e o conselheiro do CNB/CF e presidente da Anoreg/RS, Danilo Alceu Kunzler.

 

 

Fonte: CNB/CF