Casamento gay cresce quase 14% em Minas; divórcios também sobem - Jornal Hoje em Dia


Imprimir

Publicado em: 05/11/2018

O número de casamentos entre pessoas do mesmo sexo cresceu em Minas Gerais. Em 2017 foram 447, contra 393 no ano anterior – aumento de 13,7%. Por outro lado, no Estado, a união entre homem e mulher teve aumento tímido nesse mesmo período, de 0,4%, se comparado a 2016.

 

Os índices integram o levantamento Estatísticas do Registro Civil, divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados foram compilados a partir de informações prestadas por cartórios, varas de família e cíveis e tabelionatos de notas.

 

A pesquisa também indicou que a quantidade de divórcios registrados em Minas subiu 11,8%. Em 2017, foram 37.276, registradas em primeira instância ou por escrituras extrajudiciais.

 

Outro destaque foi a duração dos casamentos. Os dados relativos à última década mostram que, em 2007, os mineiros ficavam juntos, em média, 17 anos. Em 2017 esse tempo caiu para 13,8.

 

Para a coordenadora da pesquisa, Klivia Oliveira, as estatísticas analisam o retrato fiel das mudanças da sociedade brasileira. “O que os números indicam é que os brasileiros estão casando menos e permanecendo casados cada vez por menos tempo; e que o número de divórcios é cada vez maior”, disse.

 

Mais velhos

 

O levantamento indicou, ainda, o envelhecimento da população no Estado. Em 2007, 53,8% das mortes registradas eram de pessoas acima de 65 anos. Já em 2017, o índice subiu para 61,2%. O crescimento, segundo os responsáveis pelo estudo, pode ser em razão da queda da mortalidade infantil, que em dez anos passou de 3,1% para 2,1%, entre crianças de até um ano, e de 3,7% para 2,5% entre menores de 5 anos.

 

A pesquisa é subsídio para a implementação de políticas públicas. 

 

 

Leia mais: 

IBGE divulga Estatísticas do Registro Civil 2017

 

 

Fonte: Jornal Hoje em Dia