Recivil atende três municípios em mais uma etapa do projeto MP Itinerante


Imprimir

Publicado em: 10/07/2018

Araporã, Grupiara e Indianápolis foram as cidades visitadas pela equipe.

Nos dias 26, 27 e 28 de junho, a equipe de projetos sociais do Recivil realizou mutirões de documentação nos municípios mineiros de Araporã, Grupiara e Indianápolis.  As cidades fizeram parte da etapa de junho do projeto do Ministério Público Itinerante, que realiza mutirões em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

 

A escolha dos municípios é realizada pelo Ministério Público que faz um levantamento anual das cidades mineiras e suas estatísticas.

 

O município com o maior número de atendimentos foi Araporã, com 62 pedidos de certidões em apenas um dia. Para a oficiala do munícipio, Natália Inácio Ferreira Borges, a parceria do Recivil com o Ministério Público tem trazido benefícios a todo o estado de Minas Gerais e ajudado a população carente na regularização da documentação.

 

População de Araporã recebeu o projeto no dia 26 de junho

 

“Essa parceria do MP com o Recivil traz cidadania à população carente, que tem a oportunidade de ter em mãos o documento que necessita para regularizar sua situação civil. Com essas certidões, essas pessoas podem regularizar muitos outros documentos. Esse trabalho tem beneficiado muito o estado de Minas Gerais”, declarou a registradora.

 

A oficiala substituta de Indianápolis, Larissa de Bitencourt, falou sobre a abrangência dos serviços oferecidos pelo projeto e sobre a importância desse evento para a população local.

 

“O MP Itinerante dá acesso a serviços essenciais que antes a população precisava se deslocar 120 km para solicitar. Este mutirão está regularizando os documentos e conscientizando a população sobre seus direitos com palestras educativas. Essencial também é o serviço de emissão da identidade,  e as orientações do INSS sobre aposentadoria”, explicou.

 

O município de Indianápolis foi o último da etapa.

 

O Recivil é parceiro do Ministério Público desde 2010 nessas ações.

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Recivil (Jornalista Renata Dantas)