Recivil participa da abertura do Conarci 2018


Imprimir

Publicado em: 14/09/2018

A cerimônia oficial contou com a presença de mais de 300 participantes, entre eles o senador e candidato à presidência da República Álvaro Dias.

Foz do Iguaçu (PR) – Registradores civis de todo o Brasil, membros dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo prestigiaram na noite desta quinta-feira (13.09) a abertura oficial do 24º Congresso Nacional do Registro Civil – Conarci 2018 – evento promovido pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-BR), com apoio das entidades estaduais, em Foz do Iguaçu, no Paraná.

 

 

Representando o Recivil, o interventor judicial Antônio Maximiano Santos Lima foi chamado pelo presidente da Arpen-BR, Arion Toledo Cavalheiro Junior, para estar à frente do público juntamente com os presidentes de todas as Arpens estaduais. "Antes de iniciar os trabalhos, faço questão de enaltecer todos os presidentes, que vieram de todos os lugares do País para prestigiar este evento, e isso é de extrema relevância para mostrar a união da classe", afirmou Arion.

 

 

Para Antônio Maximiano, é uma grande honra estar no Conarci representando o Recivil e o estado de Minas Gerais. “Estou muito contente de estar aqui participando deste grandioso e importante evento para os registradores civis de todo o país. É uma grande honra representar o meu estado e o Recivil”, disse.

 

 

A cerimônia oficial contou com a presença de mais de 300 participantes, entre eles o senador e candidato à presidência da República pelo Podemos, Álvaro Dias, que destacou a necessidade de uma refundação da República como forma de restabelecer a ordem no Brasil.

 

"Somos uma nação de várias crenças e personalidades e de potencialidades que deixariam qualquer nação admirada, mas que possui profundas desigualdades por incompetência de Governos que, com o poder nas mãos, não souberam aproveitar a chance. Por isso clamo a todos para a necessidade da refundação da República. Uma república onde as leis e a ordem sejam respeitadas, e o cidadão de bem possa caminhar pelas ruas sem medo", disse o senador.

 

 

Na sequência, o presidente da Confederação dos Notários e Registradores (CNR) Rogério Portugal Bacellar, lembrou os anos de luta pelo registro civil. "Precisamos lutar para manter o fundo, que estão tentando deturpar. Aqueles que estão tentando usurpar, que criem uma alternativa, menos tomar o fundo que lutamos tanto pra criar e que pertence aos registradores civis”, disse.

 

Já o presidente da Associação dos Notários e Registradores (Anoreg-BR), Cláudio Marçal Freire, falou sobre o trabalho para a construção da emenda que deu origem ao Ofício da Cidadania, que encontra-se suspensa pela proposição de uma Adin no Supremo Tribunal Federal (STF). “As entidades estão em tratativas com o ministro, explicando os benefícios dessa lei para a população e acreditamos que em pouco tempo ela será levada a julgamento e teremos um fim positivo para a categoria”, afirmou.

 

A mesa diretiva também contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça do Pernambuco (TJPE), Fernando Cerqueira Norberto dos Santos; do deputado federal Osmar Serraglio; do registrador civil de Foz do Iguaçu, Mateus Afonso Vido da Silva; do vice-presidente da Arpen-BR, Luis Carlos Vendramin Junior; e do desembargador do TJPE, Fernando Cerqueira Norberto dos Santos.

 

Ao final do evento, o presidente da Arpen-BR homenageou o ex-presidente da Arpen-BR José Emygdio de Carvalho Filho com a entrega da Comenda Pinhão do Paraná. Por motivos de saúde, Emygdio não pode comparecer ao evento, mas foi representado pelo presidente da Arpen-SP, Ademar Custódio.

 

O próximo Conarci já tem data e local definidos. Será em Bonito (MS), entre os dias 17 e 20 de outubro de 2019.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Recivil (Jornalista Melina Rebuzzi)